Não por acaso, a respeito de

 

  

NÃO POR ACASO é filme de inúmeras qualidades. Uma delas são os seus letreiros de abertura. O achado gráfico para do título é genial.

Os filmes brasileiros sempre se iniciam com uma série de logotipos e marcas de patrocinadores e instituições estatais. Isto é monótono e reflete a forma da produção cinematográfica no Brasil.

Pela primeira vez, um filme, não por acaso, conseguiu dar vida a esses chatérrimos logotipos, animando-os em harmonia com a temática e o rítmo urbanos do filme. Essa brincadeira elegante e bem sucedida ironiza o calvário dos produtores à cata de dinheiro para seus filmes.