Curta Taquary 2013

 

 

A 6ª edição do festival de curta metragem de Taquaritinga do Norte (PE) apresentou mais de 200 filmes. Os laureados receberam por volta de 45 prêmios.

Nessa enxurrada de prêmios, um merece desataque: o prêmio de Melhor Ator da mostra Primeiros Passos foi atribuído ao personagem de um filme do gênero chamado documentário: CANCHA – ANTIGAMENTE ERA MAIS MODERNO de Luciano Mariz. Achei o fato histórico, mas o jurado Ricky Mastro me disse que a atribuição de prêmio de melhor ator a personagem de documentário já tinha ocorrido numa mostra de Porto Alegre em 2012 (provavelmente o Festival Close onde o mesmo Ricky era jurado).

As justificativas imediatas são que os filmes de ficção não apresentaram candidato ao prêmio, e que o Cancha é bastante histriônico. Mas a questão é mais ampla.

Há tempo que cineastas reivindicam que personagens de filmes ditos documentários possam receber tal prêmio, já que muitas dessas obras envolvem encenação, direção e representação de si mesmo.

Curta Taquary marcou um gol.