Hysterica passio

 

Sexo e santidade, desejos múltiplos e frustrações infinitas, inocência e muita culpabilidade – tudo isso no liquidificador da perversidade coloca a peça Hysterica passio numa tradição da dramaturgia espanhola a que pertence Arrabal.

 

Cenografia e figurinos excelentes, ritmo seguro, interpretações brilhantes.